Prefeitura de Rio Branco assina termo de fomento com Comunidades Terapêuticas

Terça, 15 Maio 2018 00:00
A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, assinou na manhã desta terça-feira, 15, Termo de Fomento com oito Comunidades Terapêuticas que atuam na recuperação de dependentes químicos na capital, filiadas a Central de Articulação das Entidades de Saúde (CADES) no valor de R$ 479.149,09.
Os recursos serão repassados à cada entidade por meio da secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) e serão utilizados para o pagamento de 10 meses de salários de psicólogos, assistentes sociais e educadores para atuar nas Casas Terapêuticas além de custeio.

ass term fom 1ass term fom 2

A prefeita Socorro Neri destaca que em convênio anterior a Prefeitura havia repassado verbas para a adequação das edificações das Casas e que “agora esses recursos para o pagamento de dez meses de salários para os profissionais. Acreditamos que as Casas Terapêuticas vão oferecer melhores condições de tratamento para os dependentes. O trabalho que as instituições fazem é grandioso o merecem todo o apoio”, explicou a prefeita.  

ass term fom 3ass term fom 4

Os quase R$ 500 mil são divididos da seguinte forma: Associação Beneficente Caminho de Luz, com R$ 59.985,00, Jovens Com Uma Missão – JOCUM, R$ 59.474,00, Associação Cristã Alfa - ACALFA- R$ 59.997,25, Associação Cristã de Apoio a Pessoas em Situações de Vulnerabilidade – ACAPEV - R$ 59.992,50, Associação dos Parentes e Amigos dos Dependentes Químicos – APADEQ - R$ 59.986,70, Comunidade Terapêutica Ômega - R$ 59.987,42, Desafio Jovem Peniel - R$ 59.741,22 e Reconstruindo Vidas para o Reino de Deus - R$ 59.985,00.

ass term fom 5ass term fom 6

A coordenadora da CADES, Vanessa Costa, explica que e a Central é responsável pela fiscalização do dinheiro repassado para as entidades filantrópicas. Os representantes das Casas Terapêuticas agradeceram pelo repasse, já que sem os recursos não teriam como se adequar às exigências das leis e dos órgãos de fiscalização, como ANVISA e Ministério Público.

ass term fom 7ass term fom 8

Antônio Balica, responsável pela APADEQ feminina, citou que muitas pessoas e instituições elogiam as ações das Casas de Recuperação de Dependentes Químicos, mas que “por vezes o reconhecimento fica só no tapinha nas costas. A Prefeitura de Rio Branco nos dá apoio efetivo, o que nos proporciona atender um maior número de pessoas e atender com qualidade”.

ass term fom 9

A pastora Cacilda Barbosa, que preside a EBENEZER, afirma que “com o primeiro repasse fizemos as adequações da estrutura física e agora vamos cumprir a etapa dos profissionais que devem atuar nas Casas Terapêuticas como os psicólogos, assistentes sociais e educadores. Sem essa ajuda da Prefeitura não teríamos como manter essa equipe de profissionais que é exigida pelos órgãos de fiscalização e pelas leis. Somos muito agradecidos à Prefeitura de Rio Branco”, concluiu a pastora.

 

Fonte: Prefeitura de Rio Branco/Assessoria/Fotos: Assessoria Cades