Sobre a CADES

 

Campanhas, oficinas e abaixo assinado em favor da saúde

Em suas ações em favor do melhor atendimento da saúde dos associados das entidades, a CADES promoveu arrastão e conseguiu em 15 dias o total de 22 mil assinaturas de apoio ao projeto da então senadora Marina Silva que previa recursos para o custeio necessário às pessoas que fazem Tratamento Fora do Domicílio (TFD). O abaixo-assinado foi entregue em Brasília ao então presidente da Câmara dos Deputados, deputado Aldo Rebelo.

Da mesma forma a CADES coletou e entregou ao Ministério Público Federal um abaixo-assinado contendo seis mil assinaturas de apoio à adequação dos transportes aéreos ao transporte de passageiros do Tratamento Fora de Domicílio (TFD).

As entidades da Central também entraram na força tarefa de ajuda aos desabrigados das cheias dos rios acreanos, na companha de combate a dengue, na Ação Global, na Expoacre e em oficinas destinadas a prevenir o câncer e a dar educação popular. A Central também fez parceria com a empresa Brasil Telecom para divulgação de suas atividades no Estado através do cartão de crédito para orelhão.

Vieram também as Feiras de Saúde, idealizadas pela CADES para mostrar o trabalho de suas entidades filiadas para a população carente do estado, mais vulnerável a diversas doenças, e que conhecia de forma muito modesta os serviços de saúde ofertados pelas unidades de saúde do Estado.

Realizada em três de junho de 2005, a primeira Feira de Saúde foi uma oportunidade ímpar de divulgar a existência das entidades que oferecem assistência e lutam pela consolidação do SUS para as populações mais carentes. Nas Feiras de Saúde, as entidades falam da prevenção de diversas doenças através da educação popular, possibilitando ao cidadão assimilar as informações de modo que elas venham fazer parte de seu cotidiano.

Oferecendo palestras sobre dependência de álcool e outras drogas, câncer, AIDS, obesidade, diversas deficiências, saúde mental, qualidade de vida para gestantes, crianças e idosos, e outras, as entidades mostram nas Feiras de Saúde seus trabalhos com muita criatividade através de cartazes, slides, maquetes e rodas de conversas com os visitantes. A primeira Feira foi prestigiada por mais de dois mil visitantes, formado principalmente de professores, alunos e pais de alunos.